Publicidade

Convivência Animais

Justiça suspende remoção de casinhas de cachorro em Porto Alegre


Postada em 11/07/2019 às 11:29
Por Revista Área Comum

Pixabay

A Justiça suspendeu na última quarta-feira (10) a retirada de três casinhas de cachorro instaladas em uma calçada de Porto Alegre (Rio Grande do Sul).


Os abrigos são voltados para cães de rua e foram colocados em frente ao edifício Tulipa. A ideia foi dos próprios moradores, mas não agradou vizinhos, que fizeram reclamação ao Paço. Este, por sua vez, havia determinado na última sexta-feira a remoção dos objetos em um prazo de sete dias.


A decisão de ontem do juiz Eugênio Couto Terra foi motivada por um pedido ajuizado pelo Movimento Gaúcho de Defesa Animal, que prega a permanência dos abrigos para cães em situação de rua. Uma audiência foi marcada para o próximo dia 23, quando a Prefeitura e a ONG (organização não governamental) poderão apresentar seus argumentos.


Em nota, a Prefeitura confirmou que vai comparecer à reunião e reiterou a necessidade de levar os cães para um "lar de verdade”. “Os cães merecem viver com uma família, onde receberão atenção, carinho e cuidados a todo momento. Lembramos ainda que a permanência de cães na rua pode provocar acidentes de trânsito, o que representa risco tanto para pessoas, quanto para os próprios animais”, afirmou.


Até que haja decisão sobre o pedido de liminar, o que deve ocorrer na audiência marcada, está suspensa qualquer ordem de remoção das casinhas.


O que achou dessa determinação da Justiça? Deixe seu comentário abaixo.