Publicidade

Casos de polícia

Moradores do Minhocão vão à Justiça para retirar jardins verticais


Postada em 15/07/2019 às 09:30
Por Revista Área Comum

Reprodução/TV Globo

Moradores de prédios na região do Minhocão, em São Paulo, foram à Justiça para retirar os jardins verticais que foram instalados nas paredes dos edifícios. Isso porque as plantas estão morrendo por falta de manutenção.


Ao todos, são sete murais que começaram a ser instalados em 2015, em uma parceria entre a Prefeitura e a iniciativa privada.


Os moradores já notificaram o Paço e a empresa Movimento 90 graus, responsável pela instalação dos murais. Como resposta, ouviram que o prazo de duração do projeto vai até janeiro de 2020.


Síndicos, contudo, afirmam que foi lhes feita a promessa de receber um valor de patrocínio, água de reuso para o condomínio e reembolso de algumas contas, mas nada disso ocorreu. Alguns prédios alegam prejuízo de mais de R$ 20 mil só com água e energia empregados na manutenção das plantas. Há problemas ainda de apartamentos mofados e infestação de animais.


O Movimento 90 graus disse, em nota, que desde 2016, a responsabilidade de fazer a manutenção dos paredões verdes é da Prefeitura de São Paulo. Já a Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente afirma que está tomando as providências para retirar os jardins dos prédios que não querem mantê-los.