Publicidade

Artigos

A importância da drenagem em áreas verdes


Postada em 05/08/2019 às 08:46
Por Diogo Rodrigues Cardoso e Maria Y. Perdomo Vela*

Pixabay

A água é um elemento fundamental para a existência de vida, mas é também uma das principais causas dos problemas de engenharia e uma das mais relevantes na deterioração prematura das obras civis. Por isso, é necessária a construção de obras de drenagem adequadas para cada caso.


Uma correta condução dos fluidos deve envolver processos de captação, condução e evacuação, que são de igual importância.


Quanto mais rápido a água é coletada em obras civis, maior durabilidade é garantida. Isso ocorre porque o excesso de água nos solos afeta suas propriedades geomecânicas, os mecanismos de transferência de carga, o aumento nas pressões dos poros, as sub pressões de fluxo, as pressões hidrostáticas, as inundações e as infiltrações.


Um bom sistema de sub drenagem está relacionado a uma maior durabilidade e rentabilidade das obras. De fato, a vida útil das estruturas depende em grande parte do período em que o excesso de água está em contato com ela.


Em áreas verdes de condomínios, como jardins, floreiras e gramados, o excesso de água também é um problema. O acúmulo do recurso hídrico durante o período de chuvas pode formar poças que causam desconforto e inacessibilidade ao local, além de poder asfixiar as raízes das plantas, comprometendo assim seu desenvolvimento. A construção de um sistema de drenagem eficiente nessas áreas acelera o processo de escoamento.


A forma mais comum desse sistema é o dreno francês, que utiliza materiais permeáveis, como geotêxtil (Bidim), brita e tubo dreno. A construção é feita em uma vala escavada e preenchida com brita. O tubo é instalado no centro da vala, envolvido pela brita e direcionado com uma leve inclinação para o ponto de desague. O geotêxtil deve envolver toda a brita, funcionando como um filtro que retém de forma eficaz as partículas do solo, evitando o entupimento do tubo, de modo a permitir a livre passagem da água.


O sistema é rápido e simples. Além de drenar a água do jardim também ajudar a evitar problemas de infiltrações em construções e fundações próximas.


 


*Diogo Rodrigues Cardoso, especialista em geossintéticos da Bidim, e Maria Y. Perdomo Vela, gerente comercial de geossintéticos da Bidim


Faça o download gratuito da nossa primeira edição