Publicidade

Acidentes

Produto para impermeabilização de sofá causou explosão no PR, aponta laudo


Postada em 06/08/2019 às 15:06
Por Revista Área Comum

Pixabay

O uso inadequado de produto líquido inflamável na impermeabilização de sofá em um apartamento em Curitiba, no Paraná, é a principal hipótese para a explosão no dia 29 de junho, segundo o laudo do Instituto de Criminalística do Estado, concluído nesta terça-feira (6).


"Este fato provocou a explosão e o incêndio no apartamento 64, causando o óbito de Mateus Henrique Lamb, o qual foi arremessado do 6º andar pela onda de choque da explosão, e ferimentos nos proprietários Raquel Cristine Lamb e Gabriel Araújo de Barcelos, bem como no funcionário da empresa Impeseg Caio Henrique dos Santos", diz trecho do laudo assinado pela perita Angela Andreassa.


Caio e Gabriel já receberam alta do hospital. Raquel, no entanto, continua internada no Hospital Universitário Evangélico Mackenzie.


Segundo Angela, o procedimento deveria ter sido feito em local bem ventilado, sem os moradores e com os equipamentos elétricos fora da tomada. O uso de um produto à base de água também teria sido uma alternativa.


Na conclusão do laudo, a perita ressaltou ainda que a propagação das ondas de choque da explosão causou danos ao imóvel e aos apartamentos vizinhos, aos veículos que estavam na garagem, além das áreas comuns do prédio e das edificações vizinhas.