Publicidade

Questões fiscais

Custos condominiais registram estabilidade em setembro, diz Secovi


Postada em 31/10/2019 às 09:05
Por Revista Área Comum

Pixabay

Os custos condominiais na Região Metropolitana de São Paulo apresentaram estabilidade em setembro em relação ao mês anterior, segundo o departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP (Sindicato da Habitação).


A variação acumulada em 12 meses (outubro de 2018 a setembro de 2019) foi de 4,64%, percentual acima do IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado), da Fundação Getúlio Vargas, que apresentou variação de 3,37% no mesmo período.


Os itens Conservação e Limpeza subiram 0,03% no mês e 3,32% no acumulado de 12 meses. As despesas com Manutenção de Equipamentos e Diversos tiveram variação mensal negativa de 0,01% e crescimento de 3,38% no acumulado. Os itens Pessoal e Encargos e Tarifas permaneceram estáveis no mês e, no acumulado, a variação foi de 4,33% e 7,19%, respectivamente.


O Icon (Índice de Custos Condominiais) serve como parâmetro das variações dos custos dos condomínios residenciais. No entanto, não deve ser utilizado como um índice de reajuste da taxa condominial.