Publicidade

Artigos Sustentabilidade

Condomínio verde: como começar?


Postada em 05/11/2019 às 11:22
Por Denis Costa*

Pixabay

Você já sabe que condomínios são grandes consumidores de energia, como também grandes geradores de lixo. Implementar um sistema de conscientização e descarte correto é mais do que dever do síndico e conselheiros.


Seleção do lixo, coleta de óleo, captação de água da chuva e energia renovável são itens que devem estar sempre no radar de um bom síndico.


Cada vez mais estamos sendo guiados para a sustentabilidade não só para viver em harmonia com o meio ambiente, mas para garantir que as futuras gerações tenham recursos para sobreviver.


A primeira lição que deve ser entendida por síndicos e condôminos é que o lixo produzido nos apartamentos e no condomínio é problema nosso. É muito comum as pessoas esperarem que os governantes invistam em ações que garantam o recolhimento e o tratamento adequado dos resíduos. Isso gera uma expectativa, e nós, como cidadãos, devemos, sim, cobrar deles. No entanto, vale lembrar que tudo que nós produzimos também é nossa responsabilidade.


Existem diversas ações que ajudam o condomínio a se tornar menos agressivo ao meio ambiente e ainda por cima economiza um dinheirinho no final do mês.


Mas são tantas medidas que devem ser tomadas que muitas vezes síndicos e conselheiros ficam perdidos e não sabem por onde iniciar. Confira abaixo um checklist simples para dar a largada. Após colocadas em práticas as ações, a função mais importante do gestor condominial é mostrar em assembleia o resultado obtido. Dessa forma, o trabalho de conscientização terá mais efeito.


 



*Denis Costa é CEO da Condogreen