Publicidade

Legislação

Especialista elenca vantagens de contratação de terceirizada para condomínios


Postada em 18/11/2019 às 09:35
Por Revista Área Comum

Freepik

A maioria dos condomínios vive o dilema entre contratar funcionários próprios ou acionar uma empresa terceirizada. Para o presidente da Conasi (Confederação Nacional dos Síndicos), Sérgio Craveiro, esta última opção apresenta uma série de vantagens, tanto quando se fala em portaria como quando se pensa em serviços de limpeza.  


Para ele, o funcionário de condomínio deve ficar no cargo no máximo dois anos. Ao se tratar de empresa terceirizada, a rotatividade já é um pressuposto. “Isso porque ele começa a ficar caro, a criar alguma intimidade, uma rotina ali no prédio, o que pode incomodar um pouco os moradores”, diz.


Craveiro chama atenção para o gerenciamento de quatro fundos, necessários quando o prédio mantém empregados próprios. “Nessa opção, é preciso fazer a gestão dos fundos de 13º salário, férias, rescisão contratual e potencial passivo trabalhista. Se eu tenho uma empresa terceirizada, porém, eu vou deixar essa gerência para ela.”


Um ponto que se deve tentar prever é a chance de o funcionário entrar com uma ação trabalhista no condomínio. O presidente da Conasi cita que o problema vem diminuindo após a reforma trabalhista de 2017, mas a incidência ainda é grande. Quando se tem uma terceirizada, esse problema também passa a ser apenas dela.


Por fim, mais uma vantagem na contratação desse modelo é a ausência de nepotismo. “O fato de ter amigos muito íntimos, irmãos ou parentes trabalhando no mesmo condomínio pode trazer uma certa insegurança, um problema no caso de haver uma informação mais privilegiada ou um dado mais relevante em uma defesa trabalhista, por exemplo. No caso do falecimento de alguém da família, como vai ser feito o processo de visita no velório?”, questiona.


E você? O que acha mais vantajoso para o condomínio: empregados próprios ou terceirizados? Deixe sua opinião nos comentários abaixo.