Criança é internada após inalar pó de extintor no DF

Casos de polícia Distrito Federal
Pixabay

Uma menina de 4 anos foi internada após aspirar pó de um extintor de incêndio em um condomínio no DF (Distrito Federal) na noite da última quarta-feira (28). A síndica já identificou o adolescente responsável pela “brincadeira de mau gosto”, que apertou a campainha do apartamento onde mora a criança, ativou o equipamento e correu.

Por respirar o pó químico, a menina contraiu uma pneumonia. A mãe da criança disse que não há previsão de alta, pois ainda há muita secreção no pulmão. Os médicos entraram em contato com a empresa responsável pelo extintor e buscam a melhor forma de tratar a doença. Mas, ainda segundo a mãe da menina, é preciso esperar para que o organismo da criança consiga expelir o produto.

Identificação

Como não há câmeras nos corredores dos apartamentos, foram analisadas as imagens dos elevadores. Por meio delas, o adolescente responsável pela brincadeira foi identificado.

A síndica, Rosana Medeiros, informou que registraria um boletim de ocorrência e que chamaria os pais do garoto para conversar e “tomar as providências cabíveis”.

Um aviso foi colocado nos elevadores para chamar a atenção sobre os perigos das “brincadeiras irresponsáveis”. No cartaz, o condomínio pede aos pais que orientem os filhos e diz ainda que “todos os abusos cometidos pelas crianças serão fiscalizados com maior rigor e os responsáveis serão acionados”.

Deixe um comentário