Desentendimento teria levado vigilante a matar porteira em MT

Casos de polícia Mato Grosso
Arquivo pessoal

Investigações apontam que um desentendimento pode ter sido o motivo pelo qual um vigilante matou uma porteira na última terça-feira (24). A vítima foi assassinada a tiros na portaria do condomínio onde trabalhava, em Rondonópolis, no Mato Grosso.

Até o momento, a Polícia Civil apurou que o suspeito, Bruno de Lima Pereira, de 27 anos, e a vítima, Renecleia Aparecida Bispo, de 41 anos, não tinham nenhum outro tipo de relacionamento a não ser profissional. Por conta de desavença no trabalho, ele teria efetuado seis disparos contra a porteira.

Contudo, o delegado responsável pelo caso começou a ouvir as testemunhas na quarta-feira (25) e só após concluídas as oitivas poderá divulgar a motivação real do crime.

Policiais federais, civis e militares fazem buscas na localidade para tentar encontrar o suspeito, que fugiu.

Deixe um comentário