Mulher é agredida por vizinho por receber encomenda por engano

Casos de polícia São Paulo
Reprodução

Uma advogada de 51 anos foi agredida pelo seu vizinho na última segunda-feira (3) após receber sua encomenda por engano em um prédio de alto padrão nos Jardins, na Capital Paulista.

A mulher conta que ao chegar em sua casa um pacote que não era seu, interfonou para a portaria avisando do ocorrido. Pouco tempo depois, o vizinho de 18 anos, dono da encomenda – um celular – bateu em sua porta exigindo o produto. Ela, por sua vez, avisou que estaria em um telefonema na próxima meia hora e que depois disso deixaria a embalagem na portaria para que ficasse registrado que ela não recebeu o pacote. O jovem a xingou e ela entrou para apartamento.

Sem condições de fazer a ligação, ela resolveu ir até a portaria entregar o pacote. Ao sair de casa, deu de cara com o vizinho que, segundo ela, começou a lhe agredir e gritar pelo celular. Ela teria pedido socorro, uma outra vizinha apareceu e o homem saiu.

Quando desceu para a portaria, encontrou o rapaz novamente, que tentou tomar a encomenda de sua mão, fazendo-a cair no chão. A câmera de segurança do prédio e um funcionário flagraram a ação.

A advogada fez um boletim de ocorrência após cinco horas de espera. O caso foi registrado como lesão corporal dolosa e injúria. Ela ainda solicitou uma medida protetiva contra o vizinho, que foi negada.

Deixe um comentário