PM mata vizinho após briga por barulho em condomínio

Casos de polícia Distrito Federal
Reprodução

Um policial militar de 31 anos atirou contra o vizinho Kley Borges, 51, após uma briga motivada por barulho dentro do condomínio. O caso, que foi registrado pelas câmeras de segurança, aconteceu em Águas Claras, no Distrito Federal, na noite de segunda-feira (9).

A briga começou na porta de acesso à escada do prédio quando o PM, que estava indo formalizar a reclamação, encontrou Borges. Os dois trocaram chutes e socos. O policial, então, sacou a arma e disparou contra o vizinho.

O homem chegou a ser socorrido e encaminhado para o Hospital Regional de Ceilandia, mas não resistiu.

Em depoimento, o policial alegou que atirou porque ficou com receio que o vizinho pegasse sua arma. Ele foi afastado das atividades de rua e passou por uma avaliação psicológica. O laudo, que ainda não foi divulgado, dirá se ele será liberado ou não para retomar o patrulhamento.

Deixe um comentário