Polícia divulga vídeo de movimentação em condomínio de família morta

Casos de polícia São Paulo
Pixabay

A Polícia Civil divulgou na última quinta-feira (30) imagens que mostram a movimentação no condomínio da família encontrada morta carbonizada em um carro em São Bernardo do Campo, em São Paulo.

As imagens de segurança mostram que a filha mais velha do casal, Ana Flávia Gonçalves, de 25 anos, e a namorada dela, Carina Ramos, de 31, permaneceram na casa da família por mais de seis horas.

O carro de Ana Flávia chega ao condomínio onde os pais moravam no início da noite de segunda-feira e entra e sai do imóvel algumas vezes. Por volta das 20h, Carina entra a pé no residencial com o rosto escondido por um capuz.

Às 22h36, o carro da família entra no condomínio com a comerciante Flaviana Gonçalves – a mãe – ao volante. A polícia diz que naquele momento, ela já estava dominada pelos assassinos. Quase três horas depois, à 1h14 de terça-feira (28), o carro de Ana Flávia deixa o condomínio, seguido pelo carro da família.

Entenda o caso – Os corpos de Romuyuki, Flaviana e do filho mais novo do casa, Juan Victor, de apenas 15 anos, foram encontrados no interior de um carro na Estrada do Montanhão na manhã da última terça-feira.

A filha mais velha e sua companheira são suspeitas e foram presas na quarta. Em depoimentos de familiares foi informado que houve uma briga por causa da transferência de um carro, que teria gerado uma discussão acalorada dias antes das três mortes. A Polícia Civil ainda investiga se mais pessoas estão envolvidas no assassinato.

Deixe um comentário