Porteiro evita que idosa caia em golpe de cartão de crédito

Casos de polícia Paraná

Reprodução

Um porteiro desconfiou do comportamento de um homem que se apresentou como representante bancário e evitou que uma moradora fosse vítima do golpe do cartão de crédito em Foz do Iguaçu, no Paraná, na última quinta-feira (9).

Pouco antes das 13h, o homem chegou ao condomínio de táxi e disse ao porteiro que tinha marcado de encontrar a moradora, uma idosa. No entanto, o funcionário percebeu que o visitante não olhava para as câmeras de segurança, que despertou a suspeita.

O porteiro então interfonou no apartamento em questão e a idosa contou que havia recebido uma ligação de um suposto atendente do banco dizendo que o cartão de crédito dela havia sido clonado e que era preciso pegar pessoalmente o cartão e os dados pessoais.

Percebendo que se tratava de um golpe, o porteiro acionou a polícia e alertou a moradora. Ele retardou em cerca de 15 minutos a liberação de entrada do homem para esperar as autoridades.

Quando os agentes chegaram, o homem correu em direção a um terreno em frente ao condomínio. Ele não foi capturado. As imagens das câmeras foram enviadas para a polícia para ajudar na investigação e localização do suspeito.

Deixe um comentário