Prefeitura embarga obra de condomínio ocupada por índios

São Paulo Sustentabilidade
Imagem: Divulgação/Comissão Tekoa

A Prefeitura de São Paulo embargou na última terça-feira (4) a obra de um condomínio no Jaraguá, na Zona Norte de São Paulo, que fica ao lado de uma comunidades indígenas. Cerca de trinta índios da etnia Guarani Mbya ocuparam no dia 30 o terreno da construtora Tenda em protesto contra a derrubada de árvores nativas do espaço.

A obra fica em uma área entre a Rodovia dos Bandeirantes e o Parque do Jaraguá. O projeto prevê a derrubada de 528 árvores na área. Como compensação, a Prefeitura de São Paulo determinou o plantio de 549 mudas no local e a doação de outras 1.100.

Líderes indígenas, contudo, dizem que o desmate foi maior do que o aprovado pela administração municipal.

Em nota, a prefeitura afirmou que a obra está de acordo com a lei, mas que o embargo vale por sete dias, prazo que os índios têm para provar eventuais irregularidades no empreendimento.

Deixe um comentário